Parceiras da Liven são selecionadas pela Estação Hack para aceleração

Estação Hack

As duas principais startups parceiras da Liven foram selecionadas para o programa de acelera��o da Esta��o Hack: duLocal e Eu

V�.

A Aceleradora Esta��o Hack � um programa desenvolvido pelo Facebook e pela Artemisia com o objetivo de potencializar empreendedores que querem gerar mudan�as positivas em nossa sociedade.

Quase 1.300 empreendimentos participaram do processo seletivo, finalizado em agosto deste ano.

Para o CEO da duLocal, Felipe Gasko, a empresa estava no momento certo para participar do processo.

�N�o s�o muitas as startups no Brasil que realmente t�m impacto social e est�o em um est�gio de maturidade adequado para ser aceleradas pela Esta��o Hack. A duLocal est� e eu sabia como mostrar isso, at� porque j� estive do outro lado do balc�o�, explicou.

No total foram selecionadas dez startups de impacto social para fazer resid�ncia de seis meses na Esta��o Hack S�o Paulo. Os neg�cios s�o em �reas como alimenta��o, mobilidade, educa��o, cidadania e empregabilidade.

Na etapa final, cada startup teve cinco minutos para a apresenta��o do neg�cio e depois ainda respondeu �s perguntas da banca avaliadora, composta por oito pessoas, entre funcion�rios do Facebook, Artemisia e convidados.

�No est�gio em que estamos, n�o poderia ter reconhecimento maior do que estar nesse programa, tanto para trazer visibilidade para ajudar a impulsionar as vendas, quanto para legitimar nossa atua��o com o nosso time�, celebrou Felipe.

A not�cia da parceria entre as startups

Foi por telefone que as duas startups parceiras da Liven souberam que tinham sido selecionadas.

�Recebemos a not�cia com muita alegria. � muito importante participar de um programa como o da Esta��o Hack, que tem o apoio do Facebook e da Artemisia.�, comemorou Gabriel Abdelnur Barboza, s�cio fundador da Eu V�, ao lado da irm�, Victoria Abdelnur Barboza.

O time da duLocal estava reunido em um bar quando Felipe recebeu o telefonema. �Fizemos uma festa, coloquei o telefone no viva-voz e a mo�a do Facebook ouviu nossa comemora��o�, contou.

A sele��o das dez startups que v�o participar do programa de acelera��o da Esta��o Hack virou not�cia no Estad�o.

O programa de acelera��o

O programa de acelera��o da Esta��o Hack customiza uma a��o para cada empresa, j� que os empreendimentos est�o em est�gios diferentes.

Nas primeiras semanas, a Eu V� e a duLocal souberam quem ser�o seus aceleradores e como ser� a estrutura de trabalho.

�A partir de agora teremos encontros com os aceleradores para definir as pr�ximas a��es�, explicou Gabriel.

Em entrevista ao Estad�o, o diretor da Esta��o Hack, Eduardo Lopes, explicou que na sequ�ncia ser�o definidas as metas da acelera��o.

�Se precisamos melhorar a precifica��o do produto, captar clientes etc., e definimos como vamos chegar l�. Al�m disso, temos um calend�rio de conte�dos gerais comuns a todos, desde planejamento estrat�gico do neg�cio a enfoque de impacto social�, relatou.

Esta � a quarta turma do programa de acelera��o, que tem o apoio da Artemisia, uma organiza��o sem fins lucrativos, pioneira na dissemina��o e no fomento de neg�cios de impacto social no Brasil.

O processo seletivo foi composto por cinco etapas, incluindo produ��o de v�deos, entrevistas e apresenta��o do neg�cio para a banca composta por diversos profissionais.

As startups parceiras

Eu V�

H� dois anos no mercado, a startup Eu V� desenvolveu um aplicativo de transporte especializado para idosos e pessoas com mobilidade reduzida.

O prop�sito da Eu V� � oferecer transporte seguro, confi�vel e prestativo para que pessoas com mobilidade comprometida possam ter liberdade em seu dia a dia.

A empresa oferece uma experi�ncia de porta a porta, onde todos os motoristas parceiros s�o treinados pela pr�pria Eu V�, para garantir qualidade, seguran�a e confian�a.

Os interessados podem agendar o servi�o nas plataformas mobile e web.

du Local

H� um ano na ativa, a duLocal � uma plataforma que conecta pequenos produtores com cozinheiras de periferias para oferecer aos consumidores finais marmitas preparadas com alimentos org�nicos a baixo custo.

Isso porque o time da duLocal acredita que toda comida deveria vir de uma produ��o org�nica que gera impacto ambiental positivo e remunera de forma justa quem produz.

A proposta � fortalecer comunidades formando cozinheiras para preparar pratos gastron�micos a partir dos produtos da agricultura familiar.

Parceria com a Liven

Para sair do papel, as duas startups precisavam de uma parceria e optaram por procurar uma venture builder.

Tamb�m chamadas de F�bricas de Startups, as venture builders s�o organiza��es que constroem startups usando recursos pr�prios.

Cada venture builder tem uma atribui��o espec�fica, focada numa �rea de atua��o em que tem know how. Com isso, consegue garantir a seus parceiros qualidade e excel�ncia nos servi�os prestados.

A Liven tem como foco principal a Tecnologia. E sua equipe conta com profissionais especializados que auxiliaram as startups parceiras – duLocal e a Eu V� – exatamente no que elas precisavam.

�A Liven tem um papel fundamental na exist�ncia da Eu V�, eles nos ajudaram bastante na cria��o da empresa, com novas ideias e apontando o que poderia ser melhorado�, explicou Gabriel, da Eu V�.

J� a duLocal precisava encontrar canais de distribui��o de seu produto, fazer esta informa��o chegar �s pessoas.

�Os profissionais da Liven foram os primeiros a olhar para nossa ideia maluca e acreditar nela. Eles nos ajudaram a estruturar toda a tecnologia por tr�s da startup. Sem isso acho que a duLucal ainda seria um bando de planilhas e contatos no whatsapp. E hoje a duLocal � uma plataforma de tecnologia�, afirmou Felipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *